Chegando no Chile – Santiago

Não sei ao certo o que me levou a querer conhecer o Chile. Talvez uma desilusão amorosa (quem nunca? hahaha) ou talvez a louca vontade de escalar um vulcão (ahhh, claro Marcelo!). Só sei que esse País, muito me chamou a atenção em minhas pesquisas e teve como fator predominante para a escolha final, a turística cidade de Pucón,
Masssss, vamos começar com a charmosa Santiago (do Chile, óbvio). Capital e maior cidade do País Andino.

Saindo do Recife até São Paulo (total 03:00 hr) e de São Paulo até Santiago (média de 04:00), voo realizado pela empresa TAM (média de R$ 1200,00 em fev/2015) com total de 07:00 horas. Tive a chance de chegar de dia, o que me favoreceu a primeira e incrível vista sob a Cordilheira dos Andes (eita saudadeeee).
Cordilheira dos Andes - Chile

Chegando no Aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino Benitez, prepare-se para enfrentar a temível ADUANA chilena. A entrada no País se dá por RG ou Passaporte brasileiro (chequem as validades). Não é necessário tomar nenhuma vacina específica.
Após recolher sua bagagem respire fundo, e tenha bastante paciência para passar pela ADUANA. O processo vai depender do dia e da quantidade de gente entrando no País. Comigo foi rápido, já que eu portava insulinas da minha mãe (diabética e também mochileira, me acompanhou em um trecho da jornada.) e todos os documentos necessários.
Curiosamente, a ADUANA chilena se torna tão temível por causa de uma terrível praga (Filoxera) que quase dizimou os vinhedos do País.
Ufa! Passamos. Em seguida, procurei uma casa de câmbio para trocar Reais (diferente apenas do Equador, é super tranquilo viajar com Reais pelos Países Andinos) e pagar o transporte até o centro.
Lembro que troquei R$ 1RBL= $ 220,00 CLP no Aeroporto, e acreditem, foi a MELHOR cotação encontrada.
Na Calle La Moneda o máximo que consegui foram $ 215,00 CLP (Sim, eu me lamentei a viagem toda).

O Aeroporto  conta com serviços de táxis oficiais, assim como, ônibus direto ao centro com parada final no terminal Los Heroes. Trata-se de um ônibus azul da empresa Centropuerto, com saídas a cada 10 minutos no valor de $ 1500,00 (média de R$ 8,00).
RUTA-LOS-HEROES

Ao descer no terminal Los Heroes, fui andando para a Plaza de Armas, trajeto esse que me permitiu conhecer a Calle La Moneda e arredores (o que me adiantou visualizar pontos, lojas e outras coisas que me ajudassem a explorar a cidade mais tarde), Andamos por cerca de 15 minutos e ficamos perdidos até encontrar o prédio do hostel (que fica na frente da Plaza, puft).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s